Câmara cancela actividades de Natal e fim de ano por falta de verbas

24 12 2009

Câmara Municipal de Beja

O executivo da Câmara de Beja cancelou a realização da Semana de Musica para o Natal, do jantar de Natal e do espectáculo de fim de ano por não ter verbas disponíveis em Orçamento, nesta altura, para suportar as despesas. Jorge Pulido Valente revelou, em entrevista à Rádio Pax, que a autarquia não tem “possibilidade de cabimentar” os gastos com essas actividades. O presidente do município explicou que ou aplicava as verbas ainda disponíveis nessas iniciativas, ou fazia a transferência para as juntas pagarem os salários aos funcionários ou investia noutro tipo de despesas consideradas “inadiáveis”.
A Semana de Musica para o Natal tinha duas vertentes: um espectáculo pelo Coro de Câmara de Beja e um conjunto de concertos organizados e pagos pelo município no Pax Julia. O Coro de Câmara viu reforçadas as ajudas inicialmente previstas e realizou o concerto. O programa da autarquia foi substituído por um concerto sem encargos financeiros para o município, anunciou Pulido Valente.
No que diz respeito à passagem de ano, Jorge Pulido Valente referiu que há entidades privadas na cidade que estão a promover iniciativas. A Câmara não tem verbas para realizar um grande concerto. Jorge Pulido Valente considera que é preferível não realizar nenhuma actividade a apresentar à população um espectáculo “frouxo”.

Fonte: Rádio Pax

Anúncios




IP2 continua a “marcar passo”

23 12 2009

O deputado comunista eleito por Beja enviou um requerimento à Assembleia da República onde questiona o Ministério das Obras Públicas sobre a remodelação do troço do IP2 entre a cidade de Beja e Castro Verde que, diz José Soeiro, “continua a marcar passo não se sabendo quando terão finalmente início as obras e, consequentemente, muito menos para quando a sua conclusão”.
Também o troço entre a Vidigueira e Beja, são referidas no requerimento.

José Soeiro quer saber quando terão início as obras do troço do IP2 entre Beja e Castro Verde e para quando está prevista a sua conclusão, e como explica o Governo a ausência de marcações da estrada durante meses consecutivos nos remendos efectuados na via antes de Santa Clara de Louredo e quando terão início as obras no troço entre a Vidigueira e Beja e para quando a sua conclusão.

Fonte: Rádio Pax





Aeroporto de Beja inicia actividade como parque de estacionamento para aviões

20 12 2009

Aeroporto de Beja em risco de servir de "parque de estacionamento"

O investimento foi de 33 milhões de euros, os prazos derraparam e agora ficou claro que não há operadores interessados no aeroporto de Beja. Solução? Usar a estrutura para estacionar aviões inactivos. Quanto ao tráfego aéreo, talvez lá para 2014.

O aeroporto de Beja está praticamente pronto e a partir de agora o objectivo prioritário é saber que uso lhe pode ser dado. Esta é a conclusão que se pode retirar do Plano de Marketing do que passa a ser designado “Aeroporto do Alentejo”.

Face à falta de operadores interessados em investir na nova unidade aeroportuária, a Ana – Aeroportos de Portugal, entidade que detém a sua concessão, admite que o Aeroporto do Alentejo vai ter “um arranque muito difícil”, observa Luís Taborda, técnico de marketing da empresa, que se deslocou na quinta-feira a Beja para apresentar aos empresários da região as tarefas que vai ser necessário executar para “vender” um aeroporto que tem anunciada a sua abertura ao tráfego civil para Setembro de 2010.

Como não são conhecidos operadores interessados em utilizar o aeroporto, a ANA estabeleceu um programa, em três fases, que se vai prolongar até 2014. “A primeira passa por parquear” na placa de estacionamento do novo aeroporto “os aviões inactivos que estão a ocupar espaço noutros aeroportos”, anuncia Luís Taborda. Segue-se o propósito de instalar empresas de manutenção de aeronaves “e só então, lá para 2014, é que podemos pensar no tráfego de passageiros”.

Também aqui as perspectivas não são animadoras. Espera-se um fluxo de 24 mil passageiros e dois voos semanais, sem que seja possível identificar de onde virão e para onde irão.

O Aeroporto do Alentejo, descrito por José Sócrates em 2007 como “um baixo investimento para um grande benefício”, foi dimensionado para dar apoio à componente turística que foi anunciada para a zona de Alqueva. Mas até ao momento nenhum dos projectos programados iniciou obra, e já se questiona se arrancarão de facto.

O projecto Parque Alqueva tinha um investimento previsto de mil milhões de euros. Vai iniciar a primeira fase de obra “com 50 milhões de euros”, referiu Taborda. A alternativa está em aproveitar o “turismo que a região actualmente já recebe”, acentua o técnico da Ana. Acontece que a maioria vem de carro de Espanha, como reconhecem as “Orientações Estratégicas para o Sistema Aeroportuário Nacional”, de 2006.

Fonte: “Público”





Parque do Alqueva arranca

20 12 2009

O ministro da Economia, Vieira da Silva, assina segunda-feira o Contrato de Investimento para o Projecto do Parque Alqueva, que será celebrado entre a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) e a Sociedade Alentejana de Investimentos e Participações (SAIP). Trata-se do arranque de um investimento que deverá atingir os mil milhões de euros.

Reconhecido como projecto de Potencial Interesse Nacional (PIN), o empreendimento turístico integrado do Parque Alqueva será constituído por três herdades situadas entre Reguengos de Monsaraz e a albufeira do Alqueva, representando, para esta primeira fase do projecto, um investimento total na ordem dos 50 milhões de euros.

Fonte: Correio da Manhã





Turismo de luxo no Alqueva arranca em 2012

20 12 2009

Barragem de Alqueva

O turismo de luxo no Alqueva vai receber os primeiros turistas em 2012, ano em que será concluída a primeira fase do Parque Alqueva, megaprojecto de José Roquette num investimento de 940 milhões de euros. Golfe, marina, Wine Club e hotel com 250 camas são as primeiras infra-estruturas a inaugurar em Reguengos de Monsaraz.

O impulso para a concretização da primeira fase de obra -com um custo de 80 milhões de euros -, é dado esta segunda-feira naquela cidade com a assinatura de um contrato de investimento de 50 milhões de euros entre a AICEP e a Sociedade Alentejana de Investimentos e Participações (SAIP). A cerimónia é presidida pelo ministro da Economia, Vieira da Silva, e inclui ainda a inauguração das instalações  do pólo de Desenvolvimento Turístico de Alqueva.

O Parque Alqueva é o primeiro projecto a iniciar obra de um total de seis empreendimentos turísticos previstos para as margens de Alqueva, num investimento superior a 1,2 mil milhões de euros e financiados por empresas de magnatas como Aprígio Santos, António Mexia ou Ricardo Salgado.

O projecto de Roquette será construído nas próximas duas décadas em três herdades do concelho de Reguengos e irá gerar um total de 2103 postos de trabalho. Os restantes cincos projectos irão criar mais de 700 oportunidades de emprego.

Fonte: Correio da Manhã





Aeroporto de Beja só estará operacional em Setembro de 2010!

15 12 2009

Aeroporto de Beja terá que esperar até 2010!

As obras do Aeroporto de Beja estão quase concluídas mas a infra-estrutura só deverá começar a funcionar dentro de 9 meses, ou seja, em Setembro de 2010. A garantia foi deixada aos deputados socialistas que visitaram esta manhã as obras pela EDAB – Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja e pela ANA- Aeroportos de Portugal. A deputada Ana Paula Vitorino revelou aos jornalistas que o processo de certificação e operacionalização vai demorar “cerca de 9 meses”.

Guilhermino Rodrigues, presidente da ANA- Aeroportos de Portugal, frisou que neste momento estão em curso conversações com a Força Aérea Portuguesa (FAP) e com o Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC) tendo em vista a adaptação e certificação do aeroporto. A ANA está também em contacto com empresas na área da manutenção, reparação, transporte e operadores turísticos.

Fonte: Rádio Pax





Mais TV transmite Festa de Natal do Hospital José Joaquim Fernandes em DIRECTO

10 12 2009

A já famosa estação de televisão online, sediada na cidade capital do Baixo Alentejo, e de cobertura nacional, vai transmitir em DIRECTO em “live streaming” a Festa de Natal do Hospital José Joaquim Fernandes de Beja, tendo o EXCLUSIVO televisivo de emisssão e captação de imagens do mesmo evento, segundo acordo efectuado com a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, a quem agradece a cortesia e as facilidades técnicas concedidas.

Esta é a primeira vez que alguma estação de TV do Sul do país transmite em Directo um evento desta natureza, sendo um experiência pioneira.

A emissão será simultaneamente transmitida nos 101.4 FM da Rádio PAX de Beja, que há anos a esta parte é a responsável pela apresentação e transmissão do eventi e pode ser tambem seguida em www.radiopax.com na emissão online e será apresentada por António Lúcio e Mariana Casado.

A MAIS TV será a estação televisiva oficial da cobertura do evento, para acompanhar na emissão “live streaming”, no dia 17 de Dezembro, a partir das 15:00 horas. Não perca! Para ver em www.maistv.net . Caso não possa assistir em directo, poderá ver mais tarde nos conteúdos “on demand” no espaço “veja já”.

NM