Sinais destes…só mesmo em Beja!

30 08 2007


Para si pode ser novidade. Mas em Beja já há algum tempo que deixou de o ser. Todos, ou a maioria de nós, conhece os sinais de trânsito minimamente. Agora um sinal de trânsito que proíbe o estacionamento a veículos para venda??? Só mesmo emBeja!
Mas não me cabe apenas mostrar os tais sinais, mas também explicar o porqê de terem surgido. Em Beja existem muito senhores donos de stands de venda de carros, que se julgam donos dos parques de estacionamento. São capazes de ocupar quase um quarteirão com os seus veículos em exposição, tipo “outlet” de carros no exterior. Quem quiser ir a um supermercado, a uma pastelaria, a um multibanco ou simplesmente estacionar o carro porque mora perto do stand, não o pode fazer, porque os senhores ocupam tudo! Vai daí, a autarquia de Beja, ainda no mandato de Carreira Marques, resolveu tentar atenuar a coisa, colocando estes sinais. O problema é que quase ninguem cumpre! A maneira de disfarçar é não colocar anúncios no vidro dos carros e estacioná-los normalmente, ja que antes se notava logo quais as viaturas que estavam à venda; estacionavam de frente!!

Anúncios




Rua 5 de Outubro em Beja eternamente com buracos!

30 08 2007




A Rua 5 de Outubro em Beja (entre a Rua Frei Amador Arrais e a Rua António Sardinha) está uma lástima. Os buracos sucedem-se, em particular de cada vez que há obras da EMAS. O pior é que depois de terminadas, já nada fica como antes. Aquela artéria por si só já tem o pavimento (pedras) muito irregular. Depois a falta de manutenção não ajuda. Quem paga os danos nos carros?? Onde anda a autarquia que não vê o que se passa??? Para além disso, até os peões se deparam com obstáculos! Nem os passeios (caminhos de cabras) escapam!

As imagens documentam o cenario!





Condutor detido em contramão

29 08 2007

Um condutor de 74 anos foi detido na A10 pela Brigada de Trânsito, por conduzir em contramão.
O indivíduo entrou no nó do Carregado da A1 para a A10, em direcção a Benavente, fazendo manobra de inversão de sentido de marcha na Ponte das Lezírias.
Foi interceptado em Arruda dos Vinhos e detido.
Não se registou nenhum acidente pois as patrulhas assim que tiveram conhecimento do sucedido colocaram-se logo em locais estratégicos.

Fonte: www.gnr.pt





Alerta da PJ: “Agentes Financeiros”: Alerta ao cidadão

29 08 2007

No seu site oficial, a Polícia Judiciária deixa um alerta que importa publica também aqui.

A Polícia Judiciária tem vindo a verificar, recentemente, um incremento inusitado de contactos feitos a várias pessoas, através de correio electrónico, por parte de empresas estrangeiras, a fim de serem contratadas como “agentes financeiros”.
Quando os contactados aceitam a proposta, é-lhes pedido o respectivo currículo e vários elementos pessoais, entre os quais o nome, o número de bilhete de identidade, a morada e os dados da sua conta bancária.
Os elementos da conta bancária são essenciais pois, cada um destes “agentes financeiros”, tem como função receber nessa sua conta bancária quantias que, alegadamente, seriam provenientes de pagamentos de clientes dessas empresas estrangeiras em Portugal.
Estas quantias, após lhes ser retirada uma percentagem para pagamento ao “agente financeiro” são reenviadas para países estrangeiros através de operadores de transferências internacionais.
Importa alertar que quem se prestar a este tipo de actuação poderá estar a colaborar com a prática de um crime e esta situação pode também fazê-lo incorrer em responsabilidade penal, punível com pena de prisão.
Assim, e nos termos do art.º 4.º n.º 1 al.f) do Decreto-Lei n.º 275-A/2000 a Polícia Judiciária torna público e recomenda aos cidadãos que:
Não adiram a este tipo de proposta;
Não divulguem os dados pessoais;
Não reencaminhem mensagens de correio-electrónico de natureza idêntica;
Comuniquem à PJ as situações deste tipo para as quais tenham sido “recrutados”.
20 de Julho de 2007

Fonte: Polícia Judiciária – www.pj.pt





Pais contestam encerramento da escola de Gasparões

29 08 2007

Os Pais e encarregados de educação contestam o encerramento da Escola Primária na aldeia de Gasparões, no concelho de Ferreira do Alentejo. Na óptica dos encarregados de educação o fecho deste equipamento escolar irá conduzir esta localidade a um retrocesso no seu desenvolvimento. Os pais não obtiveram ainda nenhuma resposta oficial por parte das autoridades competentes (Direcção Regional de Educação do Alentejo e Câmara de Ferreira), ao abaixo-assinado subscrito pela população. Sílvia Costa, representante dos pais dos alunos daquela escola, não compreende porque razão, os alunos da E.B. 1 de Gasparões, com instalações que oferecem melhores condições, vão ter que deslocar-se para a Escola de Aldeia de Ruins, e não o inverso, pois as instalações de Aldeia de Ruins têm apenas uma sala de aula e um hall de entrada, tendo as crianças que sair do recinto escolar para ir almoçar. A E B 1 de Gasparões consta na carta educativa como possível pólo aglutinador e não como escola a encerrar. Os pais admitem deixar as crianças em casa, no início do próximo ano lectivo, como forma de protesto pelo encerramento do estabelecimento de ensino.

Fonte: Rádio Pax – www.radiopax.com





Beja emitiu 2275 passaportes electrónicos

29 08 2007

Em Beja foram emitidos 2 mil 275 passaportes electrónicos (PEP) no último ano. Ontem passou um ano sobre a existência deste novo documento considerado mais seguro pois utiliza tecnologias avançadas que dificultam a falsificação. De acordo com os dados do Governo Civil de Beja, no ano passado, foram emitidos 583 passaportes electrónicos. O número aumentou este ano para os 1 692. No país as emissões superaram as 300 mil. Manuel Monge, Governador Civil de Beja, mostra-se satisfeito com o êxito do novo passaporte electrónico na região.

Fonte: Rádio Pax – www.radiopax.com





Somincor lucra 96 milhões de euros no 1º semestre

29 08 2007

A Somincor registou resultados operacionais de 95 milhões de euros no primeiro semestre, sendo a actividade mais lucrativa da nova accionista, o grupo sueco Lundin Mining. Situada no concelho de Castro Verde, a mina de Neves Corvo é a principal exploração de cobre da Europa e, neste primeiro semestre de 2007, conseguiu lucros quatro vezes superior ao registado no final do ano passado que foi de 17,5 milhões de euros.Segundo divulgou o “DN”, o aumento das quantidades extraídas e a subida do preço do cobre e do zinco ajudam a explicar esta performance. As receitas do primeiro semestre ascenderam a 151 milhões de euros. A mina processou mais de dois milhões de toneladas de minério no ano passado, um acréscimo de 2% face a 2005, tendo o aumento da produção de zinco compensado a quebra no cobre. A Somincor foi criada nos anos 90 através de uma joint-venture entre o Estado português e a multinacional Rio Tinto Zink, que detinha 49% do capital. A empresa foi vendida em 2004 por concurso público à Eurozink.

Fonte: Jornal Correio Alentejo